Entre tantas variáveis, hoje podemos falar sobre o arquiteto especialista em madeira como uma profissão do futuro. Ou melhor, nem tanto do futuro assim, mas do presente. Nesse texto, você vai entender melhor sobre o profissional e o uso da madeira na construção civil.

Você pode achar que o simples fato de a gente falar sobre madeira na construção civil vai nos levar até pontos como a sustentabilidade e os impactos ambientais. Isso é verdade. Mas, não se trata somente disso. Essa tendência é tão atual, real e global que hoje em dia até se fala em “arquiteto especialista em madeira”, o que não se ouviu há alguns anos.

Então, o que seria essa nova especialização que está surgindo no nosso país – e quem já vem de outras partes do mundo, como nos Estados Unidos e Canadá? Bom, antes de respondermos essa questão, saiba que no mercado de trabalho de arquitetos e engenheiros civis, muito tem se falado dessa especialidade em saber usar e construir com madeiras.

Inclusive, isso também se torna curioso para quem pensa que a madeira brasileira oriunda de florestas plantadas só serve para fazer celulose, carvão ou biomassa. De fato, já deu para ver que se você está nessa área da construção civil há muito o que se falar sobre a madeira, certo? E esse é só o começo de tudo o que vem nas próximas linhas.

A especialização de um arquiteto

Se você está lendo essa matéria agora, com certeza, já sabe do que vamos falar agora. Porém, considere ser importante apenas para contextualizar o que virá a seguir. Basicamente, o arquiteto é aquele profissional que projeta ambientes, certo?

Essa simples definição ainda envolve pontos que ficam escondidos na tese. Por exemplo, mais do que projetar, ele deve ter o diferencial de mercado de saber encontrar soluções eficientes para agregar valores à arquitetura. Tanto em termos de funcionalidade como de estética.

Inclusive, é nessa busca por soluções eficientes e sustentáveis que entra o campo da madeira. Mas, calma. Antes de falarmos especialmente dessa área, vamos só exemplificar aqui algumas especializações que esse profissional pode seguir na sua carreira de arquiteto.

Entre as mais comuns, a gente tem: o arquiteto urbanista, paisagista, de ambientes, de restauro, de comunicação visual, de luminotecnia, de tecnologia, de obras, de desenhos mobiliários, de pesquisa científica.

Já entre aqueles que são vistos como “profissionais do futuro”, a gente tem os arquitetos especialistas em projeção digital, em BIM (Building Information Modeling), em 3D, em animação, em social media, em mobilidade urbana e projetos sustentáveis.

E apesar de todas as opções, saiba que nenhuma é tão tendenciosa para os próximos meses ou anos como aquela que diz respeito ao uso de materiais sustentáveis ou projetos sustentáveis, como falamos acima. E nisso a madeira de reflorestamento entra como principal material para o mundo todo.

Os projetos sustentáveis na construção civil

Considerando agora essa breve introdução sobre as possibilidades da carreira de um arquiteto, o que precisamos levar em conta é apenas a especialização sobre os projetos sustentáveis. Está bem? A ideia é muito simples: causar baixo impacto ambiental na construção.

Mas, mesmo sabendo disso, pode ser que você ainda não tenha se ligado para um fato: os benefícios do uso da madeira na construção civil. No entanto, a nossa ideia aqui não é a de te convencer sobre isso porque isso vai acontecer naturalmente.

Portanto, vamos trazer o tema para a prática. Leia com atenção esse título de uma matéria que saiu na Archdaily: “O primeiro hotel da América do Norte com estrutura feita de madeira engenheirada é inaugurado em Austin, no Texas”.

Será que agora deu para entender de que estamos falando de projetos grandes, sustentáveis e que realmente fazem a diferença para o mundo todo? Por isso, saiba que não se trata apenas de pensar em “ecologicamente correto”, estamos falando de algo muito maior do que isso.

E para quem ficou curioso sobre o hotel, saiba que ele é composto por quatro estruturas independentes, que se conectam através de uma série de passarelas abertas e suspensas. Sem dúvidas, é um trabalho incrível feito por um arquiteto especialista em madeira, né.

Os primeiros passos na sua especialização

Para concluir esse comunicado que a gente queria trazer aqui, anunciado quase que em primeira mão uma profissão do futuro para arquitetos e até mesmo engenheiros civis, saiba que a nossa ideia não é oferecer um curso de especialização para você.

Mas, sem dúvidas, nos sentimos capazes de dizer que há um congresso que está criado aqui mesmo no Brasil e que é acessível para todos os profissionais que notaram a importância e a eficiência de se usar madeira na construção civil.

Se esse é o seu caso, ótimo, você está no caminho certo. Aliás, para que o artigo não fique tão extenso assim, a gente vai recomendar que você veja toda a programação desse congresso, chamado My Wood Home, que vai acontecer em maio deste ano.

Você pode ver a programação aqui.

Só para fins de curiosidade também, considere que entre os temas selecionados a dedo para esse evento, podemos destacar: “oportunidades para a construção com madeira”, “construção de edifícios em madeira” e “uso da madeira engenheirada na construção civil”.