O nome que você vai encontrar no mercado é madeira laminada colada, laminado de madeira paralela ou madeira microlaminada. No geral, estamos falando da mesma madeira, que é ultra resistente e usada em aplicações estruturais – como a madeira maciça, o concreto e o aço.

Nesse texto você vai ver alguns produtos que derivam dessa madeira, cada vez mais comum em projetos arquitetônicos da construção civil no país. Por exemplo, caibro, painéis, paredes, ripas, vigas e tudo isso sendo madeira laminada. Confira já!

Curiosamente, saiba que o Brasil tem se mostrado promissor no tema. Por isso, cada vez mais as empresas têm se importado em conquistar o mercado. Assim sendo, apesar dos produtos que vamos citar abaixo pode ser que novas variações surjam em um futuro próximo.

1 – A parede de madeira laminada

Ela é muito usada em aplicações internas da construção civil. Mas, também pode ser uma boa ideia para a área externa se a gente pensar em fechamentos. Logo, tem sido a queridinha da técnica wood frame porque é muito precisa na fabricação das peças.

Quase sempre são lâminas que vem do pinus, com tratamento em autoclave (uso de produtos químicos que estão em conformidade com as normas da NBR 16.143). Por isso, se torna uma madeira resistente e com inspeção de qualidade. Por exemplo, ela não empena.

Dá para encontrar no mercado atual paredes de madeira laminada com espessuras de 25 mm, largura de 145 mm e comprimento de 2.500 mm. Ou suas variáveis dentro desse padrão.

2 – O painel de madeira laminada

Já o painel dessa madeira é ideal para a construção de móveis. Isso porque possui alta resistência mecânica, além de ser leve e durável. Também vem do pinus e também passa pelos tratamentos químicos que mencionamos acima.

madeira laminada
Fonte: Google Imagens

O que vai mudar, geralmente, se comparado com a parede é a dimensão. Assim, dá para encontrar um padrão de tamanho que varia de 38 a 45 mm para espessuras, que tenha 1.220 mm de largura e 2.440 mm de comprimento.

Outra coisa legal desses painéis tem a ver com a resistência mecânica. Ou seja, eles estão dentro de módulos de elasticidade, flexão, peso, umidade e a norma de ensaio NBR 9533/12.

3 – A viga da madeira laminada

A viga é uma peça de madeira que foi pensada em ser um elemento estrutural. Então, ela serve justamente como uma viga ou como caibros, pilares, terças, longarinas, travessas. Portanto, o seu uso dentro da construção civil é muito vasto.

Hoje em dia, a gente pode ver essas vigas sendo usadas não apenas em novas construções, mas também em reformas. Já que elas podem ser aplicadas em telhados, entrepisos, mezaninos, entre outros.

Como você sabe, vem do pinus e tem controle de qualidade e resistência. As espessuras variam de 75 a 90 mm, a altura é ainda mais variável de 200 a 600 mm e o comprimento pode ir até incríveis 12.000 mm. A viga também tem resistência mecânica interessante.

4 – A ripa de madeira laminada

Agora vamos falar, brevemente, da ripa. Ela é muito bem aceita para se tornar grade de ripamento ou assentamento de telhas convencionais. Ou seja, está totalmente voltada para os telhados, de uma forma geral.

madeira laminada
Fonte: Google Imagens

Mas, a grande novidade é que tem sido vista como opção para revestimentos verticais, brises e outras ideias arquitetônicas, que vai respeitar a criatividade do responsável pelo projeto. Elas são oriundas do pinus e seguem as normas que já citamos aqui no texto.

Entre as especificações técnicas, nós temos: espessuras de 38 mm, larguras de 45 mm e os comprimentos vão até 6.000 mm. Tem uma boa resistência mecânica, por exemplo, com umidade de 12%.

5 – O caibro de madeira laminada

O caibro. Bom, você não precisa ser um expert na construção civil para saber que os caibros são elementos estruturais de coberturas ou decoração, certo? A diferença é que esses caibros são calibrados e livres e empenamentos, o que dá qualidade à obra e à aplicação.

É de pinus e segue a NBR 16.143. Fora isso, tem resistência mecânica e a sua espessura é um pouco mais fina, de 45 mm, sendo que a altura vai até 150 mm e o comprimento até 7.500 mm.

6 – O assoalho de madeira laminada

O assoalho de madeira laminada é ideal para as áreas internas ou externas. Isso porque ele é pensado como revestimento para pisos. Por isso mesmo, ele tem espessura bem fina, de 25 mm. Já a largura é de 145 mm na média e o comprimento pode chegar a 2.500 mm.

Fonte: Google Imagens

A curiosidade é que tem sido uma ótima ideia para as obras de wood frame. O motivo: precisão e fabricação das peças, que atende aos requisitos desse tipo de técnica, que cada vez ganha mais espaço no Brasil.

Ah, tem outro detalhe: ele é fabricado em sistema de encaixes, o que torna a aplicação totalmente elegante e rápida. E sim, segue as normas técnicas.

7 – O painel compensado de madeira laminada

Dá para usar esse tipo de painel em várias áreas de uma construção. Quando a gente pensa no sistema wood frame, ele acaba sendo bastante útil para sobre telhados e entrepisos. Isso porque é tratado, do pinus, laminado e auto clavado.

O grande diferencial desse painel para os outros produtos acima é que ele é indicado para áreas externas e úmidas também. Então, dá para usar em banheiros, varandas, sacadas, lavanderias, entrepisos, sobre telhados, etc.

A especificação técnica é interessante, observe. A espessura pode ser de 15 mm, 18 mm, 20 mm ou 25 mm. Enquanto a largura fica, quase sempre, em 1.200 mm. E o comprimento é de 2.440 mm. Tem ótima resistência mecânica, com peso específico de 547 km/m³, por exemplo.

8 – O forro de madeira laminada

É uma opção interessante da madeira engenheirada porque é fabricada com sistemas de encaixe, que oculta os parafusos que são usados. Assim, tem aplicação simples também. Esse forro é ótimo para o teto, beirais de telhados e revestimentos de decoração.

Segue a norma técnica, vem do pinus e tem especificações bastante únicas: 15 mm de espessura, 145 mm de largura e 2.500 mm de comprimento. A sua principal característica física é a umidade de 12%.

9 – O deck de madeira laminada

E para terminar essa lista de produtos, saiba que no mercado também existe o deck, que cai muito bem em ambientes externos, como jardins, piscinas, varandas. Nesse caso, o seu grande diferencial está mesmo em mostrar a beleza natural da peça.

Fonte: Google Imagens

O mais legal é que ele pode ser colocado em outro tipo de revestimento, até mesmo porque é resistente a ataques de cupins. Com a impermeabilização dá para ter garantias de hidrorrepelência da madeira e o aumento da vida útil.

Tem espessura de 25 mm, largura de até 90 mm e comprimento de até 2.500 mm.

Como usar a madeira laminada na construção?

A ideia do texto foi apresentar alguns dos produtos que existem, dentro do conceito de madeira laminada, que são ótimos para a construção civil. No entanto, se você não sabe exatamente como incluir tais peças no seu projeto, a gente tem uma dica.

madeira laminada
Fonte: Google Imagens

Em maio vai acontecer o My Wood Home, um congresso online que contará com especialistas que vão falar sobre esse tema, da madeira na construção civil. Lá teremos, por exemplo, expert falando sobre a técnica wood frame, entre outras palavras.

Se quiser participar, o que é uma chance de ouro, confira essas informações do evento…

My Wood Home

  • A partir de 19 de maio
  • Totalmente online
  • Inscrição com desconto pelo site
  • Na dúvida, acesse o mywoodhome.com.br.