Cada vez o fator de combate às “mudanças climáticas” se torna mais importante na indústria da construção a nível internacional, o que tem despertado a conscientização sobre a redução do uso de energia e emissões de gases de efeito estufa (principalmente CO2). Devido a isso, já existem certificações de edifícios verdes como LEED, Passivhaus, BREEAM, entre outras; e certificações energéticas residenciais que categorizam o consumo energético estimado para o seu funcionamento.

combater as alterações climáticas

Nesse aspecto, a madeira e seus derivados possuem uma vantagem significativa sobre os materiais estruturais mais utilizados na América Latina: concreto e aço. A madeira é o único material de construção renovável e, durante o crescimento da árvore, para cada metro cúbico de madeira que produz, ela captura uma tonelada de dióxido de carbono, liberando 700 quilos de oxigênio na atmosfera. Ou seja, a madeira é um material tão ecologicamente correto que absorve carbono da atmosfera em vez de adicionar mais a ela.

Estudos de Análise do Ciclo de Vida (ACV) de materiais de construção realizados nos Estados Unidos, concluem que com a simples substituição da materialidade da estrutura de uma casa de aço ou concreto por madeira, é possível reduzir em 17% o consumo de energia e 26% das emissões de dióxido de carbono.

combater as alterações climáticas

Combater as mudanças climáticas

É importante divulgar e estimular a comunidade a se conscientizar sobre o valor ecológico da madeira como substituto de outros materiais mais intensivos em energia (concreto, aço, alumínio, tijolo); tendo em conta a sua utilização na construção de extensões e edifícios residenciais.

No Chile, apenas 19% das casas são construídas com estrutura de madeira, e em outros países da América Latina o percentual é menor. Portanto, massificar esse material renovável na construção civil da região é o desafio.

combater as alterações climáticas
combater as alterações climáticas
combater as alterações climáticas
Fontes:

– Green Building – APA Wood The Engineered Wood Association.

– Avaliações de Ciclo de Vida – CORRIM Consórcio de Pesquisa em Materiais Industriais Renováveis.

– CEI Bois – Confederação Europeia das Indústrias da Madeira.

– Por que a madeira está de volta ao topo da árvore para os arquitetos. Rowan Moore – O Guardião.

– Habitação Bem-estar e eficiência energética das casas de madeira. Marcelo González; Gabriel Rodrigues.

Fonte: Eligemadera

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.