Focado na construção circular de madeira, biodiversidade e saúde, o SAWA, projetado por Mei Architects and Planners em Rotterdam, visa provar que os humanos podem construir e viver de maneira sustentável.

Vencedor na categoria Experimental Future Projects no World Architecture Festival 2021, o SAWA – projetado por Mei Architects and Planners – é o primeiro edifício residencial de 50 metros de altura de Roterdã e foi desenvolvido com o objetivo de provar que humanos podem viver e construir em um maneira sustentável.

O projeto, de fato, foca na construção circular em madeira, na biodiversidade e nas comunidades com base no conceito de saúde, com espaços de plantação e uma fachada externa escalonada que reduziu intencionalmente o volume aprovado do modelo de plano de zoneamento. O edifício abrigará cerca de 100 apartamentos, com um grande deck comum no primeiro andar e muitos terraços.

O SAWA é construído 90% em madeira, o que representa um exemplo para futuros projetos de prédios de apartamentos, procurando utilizar materiais e métodos de construção não tradicionais. A madeira laminada cruzada usada armazena CO2 e reduz as emissões, criando ao mesmo tempo um espaço acolhedor. O tempo de construção é menor em comparação com a construção em concreto e a estrutura de colunas permitirá reorganizar os apartamentos no futuro, o que ajuda o edifício a se adequar a múltiplos usos.

Fonte: Domus

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.