© Sumitomo Forestry Co.

A construção de arranha-céus em madeira ganhou importância nos últimos anos, tornando-se uma nova corrida para construir a torre mais alta neste nobre material. Nesse sentido, o mais recente projeto anunciado pela empresa japonesa  Sumitomo Forestry Co.  e pelo escritório NIkken Sekkei confirma a tendência ao anunciar o primeiro edifício de madeira a ultrapassar os 300 metros de altura, categoria de arranha-céus conhecida em inglês como  supertall .

Com 350 metros de altura, o arranha-céu de  Tóquio  (Japão) superará em muito projetos como o  River Beech Tower  da Perkins + Will nos Estados Unidos e a torre Oakwood da PLP Architecture no Reino Unido.

+ 8

Anunciado como  W350 , o projeto terá um programa de uso misto, incluindo apartamentos residenciais e espaços públicos, além de hotéis, escritórios e espaços de varejo.

© Sumitomo Forestry Co.
© Sumitomo Forestry Co.

As primeiras estimativas indicam que o  W350  usaria mais de 184.000 metros cúbicos de madeira e custaria mais de US$ 5,6 bilhões. O edifício não será inteiramente de madeira, mas será construído com um sistema híbrido de madeira e aço, na proporção de 9:1, capaz de lidar com a alta atividade sísmica de Tóquio.

© Sumitomo Forestry Co.
© Sumitomo Forestry Co.
© Sumitomo Forestry Co.

A inauguração do projeto está prevista para 2014, coincidindo com o 350º aniversário da Sumitomo Forestry Co.

Via  Sumitomo Forest Co ,  The Telegraph

© Sumitomo Forestry Co.

© Sumitomo Forestry Co.

Fonte: ExpoArchitectura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.